Luke Skywalker

No dia 21 de Maio essa lindeza aí em cima chegou aqui em casa. É o Luke. Luke Skywalker. Escolha da minha mãe.

Minha tia que me deu, e tinha me dito que era uma gatinhA. Gritei aqui em casa Vai se chamar Princesa Leia e minha mãe Vai ser Whitney Houston. Quando ele chegou aqui e vimos que era macho, a briga pelo nome começou novamente. Não queríamos nada como Mingau, Snow, Floquinho e outros nomes, digamos, clichês. Aí eu pensei: ele é branquinho igual o… MICHAEL JACKSON! E minha mãe: Ele tem cara de Luke, Luke Skywalker. Aí eu curti e aceitei. Quando fui apresentá-lo a vovó, ela disse: mas ele é um gato lindo, igual o Gianecchini. Vou chamá-lo de Giane. 

No fim da história, todas o chamamos de Luke mesmo. E o mais fofo é que ele já está atendendo pelo nome. ❤ No primeiro dia, dormiu comigo na minha cama e foi um inferno. Ficou a noite TODA querendo brincar. No terceiro dia ele já achou um cantinho pra dormir (dentro da gaveta da minha cama) e fazendo xixi e coco na caixa de areia (antes disso estava fazendo na cama da minha mãe –‘).
Até hoje ele ainda as vezes não me deixa dormir direito e as vezes faz xixi no tapete, mas já evoluiu bastante.
Ele é super carente, adora receber carinho e ficar no colo, fica triste quando está sozinho em casa e faz festa quando alguém chega. Quase um cachorro.Não sei se pode, mas estou dando um banho por semana. Ele é muito branquinho, brinca bastante, principalmente no quintal de casa, acaba se sujando e depois vem subir na minha cama todo imundinho. Aí não dá.
Pego água quentinha do chuveiro, coloco dentro da pia do banheiro fechada e lavo com sabonete líquido de neném, rs.  Fica cheiroso que só. Mas ele detesta. Na primeira vez me arranhou todinha. Tem só que tomar cuidado pra não entrar água dentro do ouvido. E como ele não gosta de secador, eu deixo três toalhas separadas: seco em uma, enrola em outra e fico fazendo carinho e quando essa já está bem úmida o enrolo na terceira sequinha e fico fazendo carinho até ele secar. Nesse meio tempo ele dorme, é claro. Dorme demais o bichinho. Mas gato é assim mesmo.

É incrível como a gente tem um carinho assim não grande pelo animal. Tô tratando ele quase como uma criança. Alterno em chamá-lo de Luke e meu bêbe, rs. Daqui a pouco ele fica confuso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s